Telemarketing Gangsta e outras HISTÓRIAS DE TRABALHO

De Gugawiki
Ir para navegação Ir para pesquisar
S05E39
Gugacast 1060x596 s05e39.jpg
Ficha Técnica
Data de Lançamento 05/10/2020
Duração 1:23:56
Editor Roberto Oksman de Aragão
Numeração Original S05E39
Temporada Season 5
Participantes Gustavo Mafra
Rafael Mafra
Laurinha Lero
Cronologia Gugacast
S05E38

Anterior

S05E40

Próximo

Trouxemos talvez um dos convidados mais pedidos da história do Gugacast, a Laurinha Lero, para ler histórias de trabalho com a gente! Hoje tem vergonha na firma, tem o gênio da firma e tem o melhor empregado da firma!

Resumo do Episódio

Ato 1: Jogo: Frango Imobiliário.
Ato 2: E-mails dos ouvintes.

Bordões, Referências e Tropes

N/a.

Curiosidades

  • Laurinha, enquanto cursava Direito, era garçonete.

Histórias Contadas

Todos os títulos dos e-mails deste episódio são nomes de doenças ocupacionais.

  1. Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho: Homem Vitruviano, de Guará, fala de quando trabalhava como auxiliar administrativo e, certo dia, devia ir ao Tribunal Regional do Trabalho. Ele sai da empresa, porém, rapidamente percebe que esquecera no escritório um formulário que precisava. Ele volta para buscá-lo e, assim que adentra a sala, flagra o seu patrão se tocando em frente ao computador. Algum tempo depois, Homem Vitruviano vê no computador do chefe um site adulto e um site de suingue, sendo o seu perfil conjunto com o de sua esposa e tendo até um cliente da empresa participando de uma festinha íntima.
  2. Surdez Temporária ou Definitiva: Ouvinte Desconhecida conta de quando trabalhava em uma agência de publicidade e ficou brevemente sem chefe. Contratam então um homem que, assim que chega, já começa a dar pitacos. Com o tempo, ela percebe que devia explicar tudo múltiplas vezes para o patrão, que parecia nunca entender e esquecer rapidamente qualquer coisa relacionada ao trabalho. Ele repassava o seu próprio trabalho para Ouvinte Desconhecida e levava o crédito, ela pagava os corridas de táxi dele e ele atrapalhava o trabalho dela junto aos clientes. Eventualmente ele é demitido e certo dia chega uma de dezenas de milhares de reais na empresa, pois o cara havia usado as credenciais da agência para reservar hotéis de luxo após a demissão.
  3. Ginástica Laboral: Baz fala de quando trabalhava em um call center onde ganhava menos que um salário mínimo e comissões de menos de um real para cada trabalho extra que completassem após bater as metas de cobrança de contas atrasadas dos clientes. Certo momento, Baz se inscreve em um processo seletivo interno e vira monitor de atendimento. Supervisando os seus colegas e tendo uma obsessão por uma colega em especial, que era uma das únicas duas pessoas que conseguiam bater suas metas, passa a monitorá-la. Baz descobre que ela era extremamente eficiente porque cobrava todos os clientes sem dó, nem piedade, mesmo quando eles estavam em momentos de luto ou dificuldade.

Este Episódio Marca

N/a.

Onde Escutar

Telemarketing Gangsta e outras HISTÓRIAS DE TRABALHO