Inferno Sobre Rodas e outras HISTÓRIAS DE VIAGENS

De Gugawiki
Ir para navegação Ir para pesquisar
S04E17
Gugacast-S04E17.jpg
Ficha Técnica
Data de Lançamento 30/04/2019
Duração 1:57:38
Editor Caio Corraini
Numeração Original S04E17
Temporada Season 4
Participantes Gustavo Mafra
Rafael Mafra
Gus Lanzetta
Cronologia Gugacast
S04E16

Anterior

S04E18

Próximo

Com a ajuda do querido Gus Lanzetta, do podcast Imagina Juntas, reunimos algumas das melhores histórias sobre viagens dos nossos ouvintes! Mas fica o aviso: não escute este programa. E se escutar, pare antes da última história.
ESTAMOS FALANDO SÉRIO!

Resumo do Episódio

Ato 1: Jogo: Podcast ou Filme do SBT?
Ato 2: E-mails dos ouvintes.

Bordões, Referências e Tropes

Curiosidades

  • Gus já dormiu em um cinema durante um festival de cinema erótico japonês junto com mendigos.

Histórias Contadas

Todos os títulos dos e-mails deste episódio são nomes de episódios do Papo Torto.

  1. Chama no Probleminha: Brenner Monteiro, de Uberlândia, conta da vez que foi de férias a Vancouver e resolveu atravessar a fronteira em direção a Seattle, de ônibus. Esperando o seu coche, encontra Tony Torto, um rapaz deveras peculiar. Tony Torto puxa conversa e, quando vão atravessar a imigração americana, um policial acha saquinhos com drogas na sua mochila, que era igual à de Brenner. Ele então diz que não eram suas e aponta para o pobre rapaz latino-americano. Ambos vão para uma salinha e o imbróglio é resolvido.
  2. Dois Mil e Desgosto: Ednildo Macena, de Maceió, fala de quando seu pai adquiriu um Gurgel Carajás e decide ir com a família, seis ao todo, para Caruaru comprar roupas novas. Na volta para casa, o carro faz um barulho ensurdecedor de metralhadora e, imediatamente, todos os familiares se desesperam e tentam sair do veículo, cada um por si, criando um climão quando seguiram viagem. Ednildo aproveita para dizer que já teve a Gretchen ao lado de sua casa, cantando em um terreno baldio.
  3. Um Grito de Liberdade: Superboy, do interior de Goiás, conta de quando, na época de Natal, foi visitar seu irmão em Campinas. Deixando para comprar a passagem de última hora, acaba pegando a única companhia de ônibus que sobrara. Seu veículo era uma carniça, dentro da qual o seu próprio universo e realidade existiam: um grupo de baderneiros maconheiros violentos; cheiro de pó e chulé; xingamento coletivo; uma menina sovaquenta, guardiã do ônibus, que se alimenta de queijo fedido; uma entidade sem sexo definido, que bramia contra todos a quem odeia como Filhos do Lula; uma guerra civil que se desencadeia; ônibus estacionando na Polícia Rodoviária Federal; uma mulher completamente fora de si, enfiando a porrada no seu marido; os passageiros cantando em conjunto Noite Feliz; e xenofobia contra um pequeno boliviano.

Este Episódio Marca

N/a.

Onde Escutar

Inferno Sobre Rodas e outras HISTÓRIAS DE VIAGENS